domingo, 22 de maio de 2011

Coisas de canto

Jogar coisas no canto e fingir que elas não existem.
De vez enquando acessar, pra lembrar de algumas coisas.
Pra sofrer, pra ter nostalgia, pra tentar de novo, e de novo.
Pra perceber que a gente aprende com o sofrimento.
Pra perceber que o fim é preciso.

Processo de final de namoro é foda.
Tem gente que some no fundo do poço, e depois volta à superfície, um pouco melhor.
Tem gente que não some, que quer saber de tudo sobre o ex, que quer sentir raiva pra ajudar a esquecer.
Tem gente que tem recaída.
Tem gente que acessa a agenda e camufla a dor com outra pessoa.
Sei lá. 
Eu prefiro sumir. Pelo menos eu tento.
A vida da pessoa não tem que me interessar mais. Pelo menos eu tento.
De vez enquando, dar uma espiadinha não faz mal a ninguém... Pelo menos eu tento não sofrer.
Saber que ele está com outra é terrível.
Saber que ele está bem, é terrível.
Terrível!

P.S. - Estou considerando as pessoas que foram "rejeitadas". Pra quem termina, é mais fácil ficar por cima da carne seca, né?

E o mais punk é encontrar essa pessoa uns 3 meses depois do término, e se perguntar: Eu conheço você?
Fique tanto tempo dividindo a vida com alguém que agora eu desconheço...

Também  já ou vi coisa do tipo: Não me interesso mais por você, mas queria que não sumisse da minha vida...
Ai ai...

Eu sumo sim.
Preciso me recompôr!
Com licença.

Reflexões baratas:
É possível apagar completamente uma pessoa, que um dia foi seu amor?
É possível transformar uma relação de paixão, em amizade?
É necessário acessar o cantinho?

Um comentário:

  1. è dificil mas nao impossivel. Nos ja passamos por isso né?! e sobrevivemos.

    ResponderExcluir